Viena, 26 nov (EFE).- O quadro do pintor austríaco Kolo Moser (1868-1918) intitulado Frühling (Primavera) foi leiloado em Viena por 375,3 mil euros (quase US$ 490 mil), preço recorde mundial para uma obra deste artista do movimento da Secessão de Viena, informou hoje a casa de leilões austríaca Dorotheum.

A obra, pintada por volta de 1900, tinha sido avaliada inicialmente entre 90 mil euros e 130 mil euros (entre US$ 117 mil e US$ 169 mil).

Nascido como Koloman Moser, em Viena, o artista foi um dos expoentes do "Jugendstil" (modernismo), co-fundador da Secessão, e trabalhou não só como pintor, mas também como artesão, desenhista e gráfico.

O quadro leiloado representa a primavera encarnada em um jovem nu e foi adquirido por "um conhecido colecionador austríaco", confirmou à Agência Efe a porta-voz do Dorotheum, Doris Krumpl.

Ela explicou que, segundo os dados acessíveis à casa de leilões, até agora o preço máximo pago por um quadro de Moser era de 254,5 mil libras esterlinas (cerca de US$ 390 mil), pela obra "Durchblick durch Payerbach", em um leilão da londrina Christie's, em 1998. EFE wr/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.