Veleiro canadense naufraga no Rio e 64 a bordo são resgatados

As sessenta e quatro pessoas que estavam a bordo do navio veleiro canadense ¿Concórdia¿, que naufragou na noite de quinta-feira, a 300 milhas (cerca de 550 km) da costa do Rio de Janeiro, devem chegar neste sábado à Ilha de Mocanguê, localizada na Baía de Guanabara, próximo à Ponte Rio-Niterói. Todos foram resgatados com vida na manhã desta sexta-feira por navios mercantes. ¿Fizemos contato com o comandante do veleiro e todos os 64 passageiros foram salvos e estão bem¿, disse o vice-almirante da Marinha, Gilberto Max.

iG Rio de Janeiro com agências |

No total, cidadãos de dez nacionalidades estavam a bordo do veleiro: Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, França, Alemanha, Polônia, México, Austrália, Nova Zelândia e Japão. O barco, pertencente à instituição de ensino canadense West Island College International, levava 41 estudantes com idades entre 17 e 20 anos.

Divulgação

Modelo do navio veleiro que naufragou com 64 pessoas

Um dos tripulantes resgatados informou que o navio enfrentou ventos fortes, vindo a emborcar e naufragar. Segundo o Comando do Primeiro Distrito Naval, uma aeronave da Força Aérea Brasileira decolou para verificar um sinal de emergência emitido automaticamente pela embarcação por volta das 16h30. Cerca de quatro horas depois, o avião da FAB localizou uma balsa salva-vidas com pessoas nas proximidades.

De acordo com o vice-almirante da Marinha, Gilberto Max, as condições do mar na região estavam complicadas, com ondas de até 2,5 metros, quando navios mercantes que estavam navegando no local encontraram as balsas com os sobreviventes. Um deles, o Hokuetsu Delight, resgatou três balsas com 44 pessoas ainda de madrugada. Pela manhã, o Cristal Pioneer resgatou a última balsa com 20 pessoas.

A Fragata Constituição, com uma aeronave a bordo, e a Fragata Liberal também foram acionadas para participar da operação e serão responsáveis pelo retorno dos passageiros do veleiro.

Escola em alto-mar

O veleiro Concórdia é um navio-escola, onde alunos do ensino médio estudam dentro da embarcação. Ele havia saído do Recife, em Pernambuco, no dia 8 de fevereiro e chegaria a Montevidéu, no Uruguai, no próximo dia 23. Antes de chegar ao Brasil, o veleiro que partiu do Canadá passou pela Europa e pela África.

Em nota, a instituição West Island College International informou que está em contato constante com autoridades canadenses e brasileiras e com os familiares das pessoas que estavam a bordo do navio Concórdia. Toda assistência necessária será fornecida para garantir que eles recebam o cuidado adequado e sejam repatriados com segurança o quando antes possível, afirmou o comunicado.

*com informações das agências Brasil e Reuters

Leia mais sobre: naufrágio

    Leia tudo sobre: naufrágio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG