RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um navio veleiro canadense naufragou no litoral do Rio de Janeiro durante viagem do Recife para Montevidéu, e as 64 pessoas que estavam a bordo foram resgatadas com ajuda de navios mercantes, informou a Marinha nesta sexta-feira. Segundo comunicado do Comando do Primeiro Distrito Naval, uma aeronave da Força Aérea Brasileira decolou no início da noite de quinta-feira para verificar um sinal de emergência emitido pelo veleiro Concórdia, e localizou inicialmente uma balsa salva-vidas com pessoas nas proximidades do local.

Três navios mercantes que estavam navegando na região foram direcionadas pela Marinha para ajudar nas buscas e localizaram outras balsas, resgatando todas as 64 pessoas que estavam no veleiro.

"Está todo mundo vivo e bem", disse por telefone uma representante da área de comunicação da Marinha, sem informar onde e quando os passageiros resgatados vão desembarcar.

Um dos tripulantes resgatados informou que o veleiro, pertencente ao Canadá West Island College International, enfrentou fortes ventos, vindo a emborcar e naufragar.

A Fragata Constituição, com uma aeronave a bordo, e a Fragata Liberal foram acionadas para participar da operação, assim como o navio rebocador de alto-mar Almirante Guillobel, que deve chegar ao local do naufrágio nesta sexta.

O "Concórdia" partiu do Recife no dia 8 de fevereiro com previsão de chegada na capital uruguaia no dia 23.

Segundo o site do West Island College International, o veleiro é utilizado para transportar estudantes como parte de um programa acadêmico de aulas práticas.

(Por Pedro Fonseca)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.