Veja quais são as denúncias e representações que pesavam contra Sarney

BRASÍLIA - Por nove votos a seis, o Conselho de Ética do Senado arquivou, na quarta-feira, todas as denúncias contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). Entre as principais acusações que pesam contra o líder do Senado está a de usar atos secretos para nomear e exonerar parentes.

Redação |

Sarney foi absolvido de 11 denúncias, que são aquelas que podem ser oferecidas por qualquer pessoa e preveem desde medidas disciplinares até a perda do mandato. Além disso, pesavam contra ele cinco representações, que são aquelas que só podem ser oferecidas por partidos ou pela mesa Diretora do Senado.

Denúncias

1. Denúncia protocolada por Arthur Virgílio (PSDB-AM) acusa Sarney de ter favorecido a empresa do neto José Adriano Cordeiro Sarney de operar um esquema de crédito consignado com desconto em folha de pagamento para os servidores da Casa. Por meio de investigação, a Polícia Federal descobriu que a Sarcris Consultoria, Serviços e Participações Ltda recebeu autorização de seis bancos para intermediar a concessão de empréstimos.

2. Denúncia protocolada por Arthur Virgílio (PSDB-AM) e Cristovam Buarque (PDT-DF) acusa Sarney de vender terras no nome de outras pessoas para não pagar impostos. Reportagem divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo aponta que, em 2002, o presidente do Senado vendeu terras compradas no ano anterior de um comerciante morto em 1996. A prática revela os crimes de falsidade ideológica e estelionato e, se a investigação confirmar que o objetivo era fugir dos impostos, podem ser configurados também os crimes de lavagem de dinheiro e sonegação.

3. Denúncia protocolada por Arthur Virgílio (PSDB-AM) acusa Sarney de negociar com Agaciel Maia uma vaga na Casa para Henrique Dias Bernardes, namorado de sua neta Maria Beatriz Sarney.

4. Denúncia protocolada por Arthur Virgílio (PSDB-AM) e Cristovam Buarque (PDT-DF) acusa Sarney de ter conseguido informações privilegiadas sobre o inquérito envolvendo sue filho, Fernando Sarney. Um dos diálogos gravados pela Polícia Federal (PF) durante a Operação Boi Barrica mostra que Sarney telefonou para avisar o filho sobre o andamento de um dos recursos apresentados pelos advogados da família ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

5. Denúncia protocolada por Arthur Virgílio (PSDB-AM) acusa Sarney de mentir por dizer que não tinha responsabilidade na Fundação José Sarney, no Maranhão. Documentos do Ministério Público Estadual apontam suposto desvio de dinheiro do governo do Maranhão pela Fundação José Sarney em 2004, quando a entidade recebeu R$ 960 mil do Estado. Uma empresa de instalação elétrica chamada Quintec teria recebido R$ 48,5 mil da fundação, mas Sarney nega ter responsabilidade sobre a fundação da qual é presidente. O Ministério Público já havia decidido intervir na fundação após descobrir que parte da verba repassada à fundação pela Petrobras foi parar em aplicações bancárias.

6. Denúncia protocolada por Arthur Virgílio (PSDB-AM) acusa Sarney de usar o Senado para anular no Supremo Tribunal de Justiça (STF) lei que despejaria fundação. Sobre o suposto desvio de recursos da Petrobras para a fundação que leva seu nome, Sarney disse que ele delegou seu poder a um advogado, e que não faz parte da administração da instituição. Ele ainda reclamou que depois de seus adversários não terem encontrado nada que lhe desabonasse, partiram para a investigação de sua vida pessoal e de seus familiares.

Representações

Oferecidas pelo PSDB

1. Acusa Sarney de desviar recursos públicos e de mentir sobre responsabilidade administrativa da fundação que leva seu nome, apesar de ser presidente vitalício dela.

2. Acusa Sarney de favorecer o neto José Adriano Sarney na intermediação de empréstimos consignados dentro da Casa.

3. Acusa Sarney de nomear parentes e agregados de sua família para cargos na instituição por atos secretos.

Oferecidas pelo PSOL

4. Acusa Sarney de criar cargos e aumentar salários por atos secretos

5. Acusa sarney de omitir casa de R$ 4 milhões da Justiça e ter uma conta no exterior, além de desviar recursos da Fundação Sarney.

Leia também:

Leia mais sobre: crise no Senado


    Leia tudo sobre: denúnciasoposiçãosarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG