Saiba quais tragédias deixaram mais mortos em escolas e universidades de EUA, Alemanha e outros países

Um homem de 23 anos, identificado como Wellington Menezes de Oliveira, invadiu nesta quinta-feira a Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro. Ele disparou contra alunos e funcionários, numa tragédia que causou comoção no Brasil e ganhou repercussão na imprensa internacional.

Veja os principais ataques em escolas e universidades de todo o mundo:

Beslan
Local: Beslan, Ossétia do Norte
Data: 1º de setembro de 2004
Vítimas: mais de 380
Separatistas chechenos invadem escola de Beslan, na Ossétia do Norte, república autônoma na região do Cáucaso do Norte, que integra a Federação Russa. Mais de mil crianças e adultos são mantidos reféns durante três das, até que forças da Rússia invadem o prédio com armamento pessado. Das mais de 380 vítimas, pelo menos 186 eram crianças.

Parente de vítima do massacre de Beslan chora durante enterro (06/09/2004)
Getty Images
Parente de vítima do massacre de Beslan chora durante enterro (06/09/2004)
Kyanguli Secondary School
Local: Machakos, Quênia
Data: 26 de março de 2001
Vítimas : 67
Após serem acusados de fraude e terem provas canceladas, Felix Mambo Ngumbao, 16 anos, e Davies Otieno Onyango, 17, incendeiam a escola onde estudavam.

Virginia Tech
Local: Blacksburg, Virginia, EUA
Data: 16 de abril de 2007
Vítimas: 32
Seung-Hui Cho, 23 anos, faz dois ataques em uma sala de aula e um dormitório no campus da universidade onde estudava, a Virginia Tech. Ele mata 32 pessoas antes de se suicidar.

Escola de Netiv Meir
Local:
Ma’alot, Israel
Data: 15 de maio de 1974
Vítimas: entre 18 e 21
Um grupo de palestinos invade uma escola na cidade israelense de Ma’alot, próxima à fronteira com o Líbano, fazendo alunos e professores reféns. Após horas de negociação, tropas israelenses entram na escola e matam todos os militantes.

Dunblane Primary School
Local: Dunblane, Escócia
Data: 13 de março de 1996
Vítimas: 17
Armado com quatro revólveres, vendedor desempregado Thomas Hamilton, 43 anos, invade o ginásio da Dunblane Primary School. Ele mata 16 crianças e uma professora, antes de se suicidar.

Gutenberg-Gymnasium Erfurt
Local:
Erfurt, Turíngia, Alemanha
Data: 26 de abril de 2002
Vítimas: 17
Armado com um revólver, Robert Steinhäuser, 16 anos, invade escola da qual tinha sido expulso. Ele mata 14 professores, dois alunos e um policial. Depois, comete suicídio.

Albertville-Realschule
Local:
Winnenden, Baden-Württemberg, Alemanha
Data: 11 de março de 2009
Vítimas: 15
Tim Kretschmer, 17 anos, invade a escola de Albertville-Realschule, onde estudava. Com uma arma roubada do pai, mata nove alunos, três professores e outras três pessoas. Depois, ele se suicida.

Universidade do Texas
Local:
Austin, Texas, EUA
Data: 1º de agosto de 1966
Vítimas: 14
Do alto de uma torre no campus da Universidade do Texas, o estudante Charles Whitman, 25 anos, atira por mais de uma hora e meia, causando 14 mortes. Whitman, que já tinha matado a mãe e a mulher, foi morto pela polícia.

École Polytechnique
Local:
Montréal, Quebéc, Canadá
Data: 6 de dezembro de 1989
Vítimas: 14
Armado com um revólver, Marc Lepine, 25 anos, invade uma classe da universidade École Polytechnique. Ele separa os estudantes por sexo, grita que odeia feministas e mata 14 mulheres. Depois, ele se suicida.

Columbine High School
Local:
Condado de Jefferson, Colorado, EUA
Data: 20 de abril de 1999
Vítimas: 13
Eric Harris, 18 anos, e Dylan Klebold, 17, invadem a escola Columbine, onde estudavam. Eles abrem fogo e matam 12 estudantes e um professor antes de se suicidarem. Investigações indicam que os dois adolescentes tinham planejado o ataque por um ano.

Jardim de infância em Shiguan
Local:
Shiguan, China
Data: 8 de maio de 2006
Vítimas: 12
Bai Ningyang, 19 anos, invade uma classe com 21 crianças e uma professora em um jardim de infância no vilarejo de Shiguan. Armado com duas facas e galões de gasolina, ele ateia fogo no local, mas antes deixa uma criança sair, dizendo conhecer seus pais. Preso, ele é condenado à morte e executado.

Enoch Brown
Local:
Condado de Franklin, Pensilvânia, EUA
Data: 26 de julho de 1764
Vítimas: 11
Em protesto contra presença de colonos britânicos na Pensilvânia, um grupo de índios invade a pequena escola do professor Enoch Brown. Ele é morto, assim como dez crianças.

Escola católica em Colônia
Local:
Colônia, Alemanha
Data: 11 de junho de 1964
Vítimas: 10
No dia de seu aniversário de 42 anos, Walter Seifert invade uma escola católica em Colônia e ataca alunos e professores com um lança-chamas e um bastão. Dois professores e oito alunos morreram. Um dia depois, na prisão, se mata ingerindo inseticida.

Escola de Hotelaria de Kauhajoki
Local:
Kauhajoki, Finlândia
Data: 23 de setembro 2008
Vítimas: 10
Vestido de preto e usando óculos de esqui, Matti Juhani Saari entra armado na Escola de Hotelaria de Kauhajoki e mata nove alunos e um professor. A seguir, ele atira em si mesmo e morre mais tarde no hospital. Uma semana antes, ele havia sido interrogado pela polícia, depois de ter colocado um vídeo na internet em que aparecia disparando um revólver. Ele tinha 22 anos e estudava para ser chef de cozinha.

Com BBC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.