A Virada Cultural, realizada pela prefeitura de São Paulo, tem início às 18h do sábado, dia 2 e vai até as 18h do domingo, dia 3. Neste final de semana, que marca o quinto ano do evento, o Metrô e a CPTM vão funcionar de maneira ininterrupta. Veja abaixo outros serviços da capital paulista durante o evento.

Segundo o Metrô, durante a madrugada, haverá 28 trens circulando. Onze deles estarão na linha 1-Azul, seis na linha 2-Verde e 11 na linha 3-Vermelha.O intervalo médio entre as composições deve ser de seis minutos e, em caso de necessidade, trens reserva serão redistribuídos. A linha 5-Lilás vai operar até às 0h do sábado.

Todas as estações de Metrô vão ficar abertas para o embarque e o desembarque, exceto a estação República, na Linha Vermelha, e a venda de bilhetes vai ser normal neste período.

Uma operação especial vai ser implantada na linha vermelha do Metrô neste final de semana. A estação República vai ficar fechada para que a passagem do "megatatuzão" seja feita, nas escavações da nova linha de Metrô, em direção è estação da Luz. Os trens vão circular entre as estações Anhangabaú e Santa Cecília.

Para atender usuários do Metrô, uma frota de ônibus gratuitos farão o trajeto entre as estações Anhangabaú e Santa Cecília. Os passageiros devem retirar suas senhas em uma dessas duas estações para utilizarem o transporte e cada senha terá validade de uma hora.

A integração entre o trem e o metrô vai acontecer nas estações Brás, da linha 3-Vermelha, e na estação da Luz, da linha 1-Azul.

Na madrugada do sábado para o domingo, a Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) vai operar com trens extras e as estações estarão abertas apenas para o desembarque. Os embarques só poderão ser feitos nas estações de integração com o Metrô: Brás, Luz e Palmeiras-Barra Funda.

Partidas de trens extras ocorrerão às 2h e às 3h do domingo, da Estação da Luz para as linhas 7-Rubi, sentido Francisco Morato, 10-Turquesa, sentido Rio Grande da Serra, e 11-Coral sentido Guaianazes Na extensão da Linha 11-Coral, haverá partidas de Guaianazes sentido Estudantes às 2h40 e às 3h40.

Às 2h e às 3h também haverá trens na Linha 8-Diamante, partindo da Barra Funda para Itapevi, e na Linha 12-Safira, do Brás para Calmon Viana.

Na Linha 9-Esmeralda, um trem vai ficar preparado em Presidente Altino para atender possíveis demandas. Nas extensões das linhas 7 (Francisco Morato-Jundiaí) e 8 (Itapevi-Amador Bueno), somente haverá circulação de trens extras se houver demanda dos usuários, e isto vai ser avaliado pelo Centro de Controle Operacional.

A CPTM e o Metrô recomendam aos usuários que comprem antecipadamente seus bilhetes de embarque ou recarreguem seu bilhete único. O Bilhete Lazer ¿ 10 viagens,  tem um benefício exclusivo para os finais de semana. Com 10 viagens, ele custa R$ 21,50 e as vantagens valem a partir das 18h de sábado até o final do domingo. Cada viagem sai por R$ 2,15, preço menor que o do bilhete unitário.

Quanto à segurança, o Metrô e a CPTM vão ter reforço no quadro de agentes que ficarão ao longo das linhas, principalmente nas regiões das apresentações.

CET faz interdições no trânsito para a Virada Cultural

Durante a Virada Cultural, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai monitorar o trânsito no centro de São Paulo, pois diversas vias serão bloqueadas para a realização dos eventos.

Montagem e desmontagem dos palcos:

-Na quinta-feira, dia 30, o palco principal vai ser montado na avenida São João, perto da praça Júlio de Mesquita.
-No feriado de 1º de Maio haverá a montagem dos outro palcos do evento
-Dia 3, segunda-feira, entre as 20h e as 5h do dia 4 as estruturas vão ser desmontadas

Segundo a CET, a Avenida São João vai ser bloqueada para a montagem do palco principal, entre as ruas General Osório e Aurora. Os bloqueio e desvios são:

-Desvio no sentido Centro/Bairro: Rua Conselheiro Nébias, Rua General Osório, retornando para Avenida São João.
-Desvio no sentido Bairro/Centro: Largo do Arouche, Rua do Arouche, contorno na Praça da República e saída para Avenida Ipiranga

No sábado, dia 2, as seguintes vias serão bloqueadas a partir das 18h:

Avenida Ipiranga, Avenida Rio Branco (sentido bairro e centro), Rua Boa Vista, Rua Libero Badaró , Rua Coronel Xavier de Toledo, Viaduto do Chá, Avenida Cásper Líbero e Praça da Luz.

As recomendações da CET são:

-Veículos que trafegam pela Avenida Ipiranga, vindos da Praça Alfredo Issa, com destino à Avenida São Luís/Rua da Consolação, deverão utilizar a Avenida Rio Branco (C/B), Rua Aurora, Rua Conselheiro Nébias, Rua General Osório, Largo do Arouche, Rua do Arouche, Praça da República e novamente Avenida Ipiranga.

-Veículos que vêm da Avenida Rio Branco (B/C) com destino à Avenida Ipiranga deverão seguir pela Alameda Eduardo Prado, Avenida Angélica, Rua das Palmeiras, Rua Sebastião Pereira, Largo do Arouche, Rua do Arouche, Praça da República e Avenida Ipiranga.

Na região dos locais interditados que atenderão o evento, as opções de acessibilidade são, segundo a CET: Avenida Senador Queirós, Praça Alfredo Issa, Avenida Ipiranga, Avenida Rio Branco, Rua Aurora, Rua Conselheiro Nébias, Rua General Osório, Largo do Arouche, Rua do Arouche, Praça da República, Avenida São Luís, Viaduto 9 de Julho, Viaduto Jacareí, Viaduto Dona Paulina, Praça João Mendes, Rua Anita Garibaldi, Avenida Rangel Pestana, Viaduto 25 de Março, Avenida Mercúrio e novamente Avenida Senador Queirós.

Avenida Paulista

Acontecerão eventos no SESC da Avenida Paulista entre as 7h e as 21h do domingo,  e haverá o bloqueio da rua Leôncio de Carvalho, entre a Alameda Santos e a Avenida Paulista. Para o trecho bloqueado as opções são: Alameda Santos, Rua Abílio Soares e Avenida Bernardino de Campos.

A CET vai disponibilizar 179 operadores e cinco gestores de tráfego durante a virada. O número de telefone do órgão, para informações sobre trânsito é o 1188 e o atendimento ocorre 24h por dia, com informações sobre trânsito, ocorrências, remoções, reclamações e sugestões. 

Saúde na Virada

De acordo com a assessoria do evento, uma central de emergência vai ser montada, com o mapeamento de toda área utilizada. Profissionais especializados vão comandar 150 brigadistas, o deslocamento de 40 ambulâncias e 20 Unidades de Tratamento Intensivo Móveis.

Haverá também centenas de seguranças particulares e homens da Polícia Militar e Guarda Civil Metropolitana nas ruas. Todos os hospitais municipais e pronto-socorros estarão funcionando.


Leia mais sobre:
Virada Cultural

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.