Problema ocorreu no curtume da indústria; cinco dos intoxicados estão em estado grave

Um vazamento de gás matou ao menos quatro pessoas e deixou 16 feridos nesta terça-feira. As vítimas foram intoxicadas em um frigorífico da Marfrig, na cidade de Bataguassu, a 340 quilômetros de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

O vazamento aconteceu no curtume do frigorífico. Cinco dos intoxicados estão em estado grave e foram internados no hospital da cidade, segundo um comunicado do Corpo de Bombeiros. Um grupo especializado dos bombeiros isolou o curtume e utilizou jatos de água para evitar a propagação da substância tóxica, conhecida como ácido dicloro propiônico.

Outro frigorífico: Bombeiros contêm vazamento de amônia em empresa no interior de SP

Um porta-voz da Marfrig confirmou que o vazamento foi controlado e não afetou as instalações da fábrica de processamento de carnes. A empresa está investigando as causas do acidente, que pode ter sido causado por uma reação química ocorrida durante a manipulação de produtos químicos usados no tratamento do couro.

A Marfrig é a segunda maior indústria de carnes do Brasil e uma das maiores empresas alimentícias do mundo, com fábricas na Argentina, Chile, México, Uruguai, Estados Unidos, França, Holanda, Reino Unido, África do Sul, Austrália, China, Coreia do Sul e Tailândia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.