Varredores paralisam atividades na zona norte de SP

Cerca de 1.500 funcionários que trabalham na varrição das ruas da zona norte de São Paulo paralisaram suas atividades na manhã de hoje, em protesto pelo não-pagamento dos vales refeição e alimentação.

Agência Estado |

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo (Siemaco), a empresa terceirizada Paulitec, que presta serviços à Prefeitura, deveria ter feito o pagamento dos benefícios na quinta-feira, junto com o pagamento dos salários.

Os bairros mais atingidos foram Freguesia do Ó, Casa Verde, Limão, Santana, Cachoeirinha, Vila Guilherme e Vila Maria, segundo a assessoria do Siemaco. De acordo com o sindicato, as demais regiões da cidade não foram afetadas. A Paulitec deve marcar uma reunião ainda para hoje com representantes do sindicato para discutirem o pagamento dos benefícios e o fim da paralisação, informou o Siemaco.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG