Van escolar que bateu em Niterói não tinha permissão, diz Prefeitura

RIO DE JANEIRO ¿ A van que se envolveu em um acidente com um ônibus, na manhã desta segunda-feira, no centro de Niterói, região metropolitana do Rio, não tinha permissão para fazer transporte escolar, informou a Prefeitura do município.

Redação |

Segundo o motorista do ônibus da Viação Rio-Minho, que fazia a linha Niterói-Caxias, a van teria avançado o sinal da rua Barão do Amazonas e bateu em um poste após a colisão com o coletivo. Márcia Regina Freitas da Silva, de 40 anos, que dirigia a van, morreu no local. Creuza Moura da Silva, de 38 anos, que trabalhava como ajudante, foi levada para o Hospital Universitário Antônio Pedro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho da unidade.

No acidente ainda ficaram feridas duas crianças e uma adolescente, que também estavam na van. Matheus Andrade Bonzet, de nove anos, e Julie Andrade Bonzet, de oito, também foram encaminhados para o Hospital Universitário Antônio Pedro. O menino teve um corte no joelho, foi medicado e liberado pela manhã. Julie passou por uma cirurgia, mas ainda não há informações sobre seu estado de saúde. A adolescente Taíssa Freitas, de 17 anos, foi levada para o Hospital Estadual Azevedo Lima. Ela permanece em observação e sua situação é estável.

Na Dutra

Um ônibus e um caminhão bateram na manhã desta segunda-feira, por volta das 5h40, na rodovia Presidente Dutra, na altura de Nova Iguaçu, no sentido Rio.  Segundo a Polícia Rodoviária Federal, 30 pessoas ficaram feridas. Três vítimas foram levadas em estado grave para o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Por causa do acidente, o trânsito na Dutra ficou lento e a curiosidade dos motoristas contribuiu para o congestionamento. A faixa da direita chegou a ser interditada, mas foi totalmente liberada por volta das 7h30. No momento, o tráfego segue sem retenções.

Na Avenida Brasil

Na Avenida Brasil, dois acidentes ocorridos na manhã desta segunda-feira deixaram um morto e sete feridos. No primeiro acidente, um corsa bateu atrás de um ônibus da linha Campo Grande-Castelo, na altura de Coelho Neto, na pista sentido zona Oeste. O motorista do carro, Flávio Bispo dos Santos, de 21 anos, morreu a caminho do hospital. Outras seis pessoas ficaram feridas e foram internadas no Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo.

O outro acidente aconteceu na altura da Cidade Alta, também na pista sentido zona Oeste. Um engavetamento entre um ônibus e seis carros de passeio complicou o tráfego na faixa central da via. O trânsito chegou a ser interditado por alguns minutos. Somente uma pessoa ficou com ferimentos leves.

Leia mais sobre: acidentes de trânsito

    Leia tudo sobre: acidentedutraniteróitransito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG