A Vale informou hoje que obteve aprovação do Conselho de Defesa Nacional (CDN) para a compra das operações de minério de ferro da Rio Tinto em Corumbá, em Mato Grosso do Sul. A conclusão da aquisição ainda depende de certas condições, que deverão ser cumpridas pelo comprador, Vale, e vendedores, Rio Tinto Plc. e outras entidades controladas por esta (Rio Tinto), informou a mineradora em comunicado divulgado no início da noite.

Os ativos compreendem a operação de minério de ferro e ativos logísticos associados, incluindo porto fluvial e barcaças, que foram avaliados em US$ 750 milhões. O acordo de compra foi celebrado em janeiro deste ano e previa pagamento à vista. A operação também incluía ativos de potássio, cuja compra já foi concluída.

Segundo a Vale, a produção de Corumbá em 2008 foi de 2 milhões de toneladas de minério de ferro de alto valor, com alto teor de ferro e rico em granulados de redução direta.

Os ativos de logística permitirão à companhia ter 70% de autossuficiência no transporte de minério de ferro através do Rio Paraguai. A Vale destacou, ainda, que deverá obter sinergias com a operação, localizada próxima às unidades de minério de ferro e manganês em Urucum.

Leia mais sobre empresas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.