Vale Inco reiniciará operações com não-sindicalizados

A mineradora brasileira Vale vai começar a treinar trabalhadores não-sindicalizados em sua operações no Canadá para reiniciar algumas atividades enquanto os sindicatos permanecem em greve. Cerca de 3.

Agência Estado |

100 funcionários sindicalizados estão na sétima semana de paralisação, reivindicando aumentos salariais. A Vale tem 1.200 empregados que não são sindicalizados e que serão agora treinados para começar a mineração, com foco primeiro em cobre e nos metais do grupo platina, disse o porta-voz da Vale Inco, Cory McPhee.

"Não vamos necessariamente centrar foco no níquel, mas não estamos descartando nada", afirmou, acrescentando que levará várias semanas para treinar funcionários não-sindicalizados antes que os trabalhos possam ser reiniciados. Os funcionários da Vale Inco no complexo de mineração em Sudbury cruzaram os braços em 13 de julho e os do complexo Voisey Bay os seguiram duas semanas depois. Sudbury produziu 85.300 toneladas de níquel e Voisey Bay produziu 77.500 toneladas em 2008. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG