O rio Ribeira e seus afluentes voltaram a subir, em consequência das chuvas, e o número de pessoas atingidas pelas cheias passava de 1 mil no fim desta tarde no Vale do Ribeira, região sul do Estado de São Paulo. Em Registro, quatro bairros ribeirinhos continuavam alagados.

Pelo menos 400 pessoas estão abrigadas no ginásio de esportes e em duas escolas. O rio, que baixou durante a madrugada, subiu quase um metro após as chuvas que caíram de manhã e os desabrigados não podem voltar para casa.

Em Sete Barras, as águas do Ribeira transbordaram e cobriram as estradas rurais. Os bairros Etá, Itaguá, Lambari e Dois Irmãos ficaram ilhados. Plantações de banana estão submersas. Na área urbana, um deslizamento atingiu quatro casas. Os imóveis foram interditados pela Defesa Civil e as famílias - cerca de 20 pessoas - foram levadas para um clube. Na vila São João, dezenas de casas foram alagadas.

O rio Juquiá, afluente do Ribeira, transbordou e atingiu 800 hectares de bananais no município de Juquiá. Quedas de barreiras e rompimento de tubulações deixaram intransitáveis centenas de quilômetros de estradas rurais. Casas e estabelecimentos comerciais foram alagados na área urbana. A cidade contabiliza 35 desabrigados e 120 desalojados. Em Iguape, a cheia do Ribeira isolou os bairros rurais de Jaerê e Peropava. Dezenas de famílias foram retiradas de barcos. A Defesa Civil ainda contabiliza os desabrigados.

Na região de Sorocaba, dez casas atingidas por um deslizamento no bairro do Junqueira foram interditadas pela Defesa Civil de São Roque. As famílias foram transferidas para casas de parentes e para um centro de emergência da prefeitura. Quatro imóveis foram demolidos devido ao alto risco de desabamento. Parte da rua foi interditada.

Em Sorocaba, o surgimento de um buraco em frente ao Terminal Santo Antônio, levou à interdição de uma pista da Avenida Afonso Vergueiro, no centro. A avenida Dom Aguirre também estava interditada por alagamentos. Uma erosão no km 199 causou a interdição da terceira faixa da rodovia Raposo Tavares, em Araçoiaba da Serra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.