Subiu para ao menos cinco o número de feridos no acidente com o carro blindado da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil hoje no Morro da Mangueira (zona norte). Quatro moradores e um policial foram as vítimas.

Segundo os policiais que prestaram os primeiros socorros, as vítimas foram levadas para o Hospital Souza Aguiar, mas a Secretaria Municipal de Saúde revelou que ainda não tem informações sobre o estado de saúde dos pacientes. Após perder o controle do veículo, o motorista do carro blindado, também conhecido como "Caveirão", bateu em duas viaturas policiais, sendo que uma entrou em um bar e feriu uma mulher. A outra, uma Picape D-20, arremessou três pessoas contra uma parede.

O presidente da Associação dos Moradores da Mangueira, Joelzer Avelar Pimenta, reclamou que o "Caveirão" sempre sobe e desce a favela em alta velocidade. Já o delegado-titular da Core, Rodrigo Oliveira, disse que o acidente foi provocado por uma falha nos freios do veículo. Após duas operações em que não conseguiram cumprir nenhum mandado de prisão, uma no Complexo de Favelas do São Carlos e outra no Morro da Mangueira, cerca de 150 agentes da Polícia Civil se preparavam para deixar o morro quando aconteceu o acidente. Moradores e policiais trocaram ofensas após o socorro às vítimas. O policiamento foi reforçado nos acessos à Mangueira para evitar protestos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.