O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) das instituições federais terá uma lista de espera após a terceira etapa de inscrições. De acordo com a nova regra, publicada na quarta-feira no Diário Oficial da União, o candidato que não for aprovado na terceira e última fase do processo seletivo terá de confirmar o interesse pela vaga no curso no qual disputava.

O prazo para manifestar o interesse vai de 9 a 12 de março - durante o período da confirmação de matrícula dos convocados na terceira etapa.

Ao fim das matrículas, a universidade ou instituto federal que ainda tiver vagas não preenchidas poderá fazer chamadas posteriores com base na lista, utilizando a classificação dos estudantes que manifestaram interesse. Outra novidade é que o sistema permitirá o cancelamento da inscrição.

Nas etapas anteriores, os candidatos que se cadastraram apenas como teste em determinado curso não podiam voltar atrás. As alterações têm o objetivo de evitar a sobra de vagas. O governo esperava que o sistema oferecesse já na segunda etapa apenas vagas residuais. No entanto, após a primeira rodada, restaram mais de 60%.

Hoje é o último dia para a confirmação da matrícula dos aprovados na segunda etapa do Sisu, que ofereceu 29.240 vagas remanescentes - para as quais teve 550.972 inscritos. A vaga só será devidamente ocupada após a confirmação da matrícula. As que permanecerem ociosas serão oferecidas novamente na terceira rodada.

A partir da próxima segunda-feira, os estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão se inscrever na última etapa. O prazo vai até o dia 3, e o resultado será divulgado no dia 5. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.