Vacinação contra rubéola entre homens está abaixo da meta, diz governo

A Campanha Nacional de Vacinação para a Eliminação da Rubéola conseguiu atingir a meta para imunizar mulheres e jovens de ambos os sexos, segundo informações do Ministério da Saúde. No entanto, 89,8% dos homens a partir dos 20 anos foram aos postos de saúde tomar a vacina, o que corresponde a 31,2 milhões da meta de 34,7 milhões.

Agência Estado |

Mais de 64,9 milhões (92,6%) de brasileiros já se vacinaram, mas ainda restam 5,1 milhões de pessoas.

As mulheres imunizadas representam 33,7 milhões (95,3%). Entre o público jovem, homens e mulheres entre 12 e 19 anos, mais de 7,1 milhões (106,6%) se vacinaram desde o início da campanha. O Ministério da Saúde informou que vai concentrar seus esforços para atingir a cobertura ideal e eliminar a circulação do vírus da rubéola no País. Segundo a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, Marília Bulhões, mesmo com a meta de cobertura atingida pelas mulheres, as que por algum motivo não se vacinaram ou que estavam grávidas no período da campanha, devem ser imunizadas contra a doença.

Os homens são o principal foco da campanha. Dos 8.684 casos de rubéola confirmados no País, em 2007, 70% corresponderam a pacientes do sexo masculino. O risco é a transmissão para mulheres grávidas, o que pode causar malformação no feto, e provocar cegueira, surdez, retardo mental ou problemas cardíacos no bebê, conhecida como Síndrome da Rubéola Congênita.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG