Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Vacinação contra gripe suína atrasa em parte do RJ

Dois terços dos municípios do Rio deixaram de iniciar hoje a imunização de grávidas contra gripe suína. Houve um atraso na remessa de vacinas sem adjuvante, tipo indicado para esse público.

Agência Estado |

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, as doses para gestantes só chegaram na tarde de quinta-feira e não houve tempo hábil para que todos as prefeituras buscassem o medicamento na capital. A vacinação de crianças e doentes crônicos ocorreu normalmente.

Às 11 horas, apenas 30 dos 92 municípios haviam recolhido as vacinas sem adjuvante - substância que potencializa o poder imunizante, mas que também é responsável pelos efeitos colaterais. De acordo com as secretarias municipais de saúde, a retirada das doses foi agendada.

O médico Daniel Brito, secretário de Saúde de Resende, no sul fluminense, ressaltou que a demora não prejudica a vacinação das grávidas. "O grupo de gestantes é prioritário e elas podem ser imunizadas a qualquer momento", afirmou.

Em nota, o Ministério da Saúde se referiu aos problemas como pontuais e informou que todas as pessoas que estão nos grupos prioritários serão vacinadas. "Pelo ineditismo e tamanho dessa operação de vacinação - que pretende imunizar até 91 milhões de pessoas em menos de três meses em todo o país -, é possível que haja alguns problemas pontuais de logística. Mas é preciso tranquilizar a população: todos que estão nos grupos prioritários serão vacinados".

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG