O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), acredita que até junho os quatro projetos do marco regulatório do pré-sal estarão votados na Câmara e no Senado. Na Câmara, a expectativa do líder é de que haja a votação de um projeto por semana, após o carnaval.

Falta votar ainda o projeto que cria o fundo social, o que prevê a capitalização da Petrobras e a conclusão do projeto que muda de concessão para o sistema de partilha, a exploração e produção do petróleo da camada pré-sal.

O líder governista prevê para este semestre muita polêmica na votação das medidas provisórias que tratam do reajuste do salário mínimo e dos benefícios dos aposentados, por causa do potencial eleitoral das duas matérias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.