Usuários do Prexige poderão pedir reembolso

Quem comprou o antiinflamatório Prexige de 100 miligramas, que teve o registro cancelado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na terça-feira, pode pedir reembolso do valor pago pelo remédio a partir de amanhã em qualquer farmácia do País. A medida vale também para o Prexige 400 mg, com venda suspensa por 90 dias.

Agência Estado |

O laboratório Novartis, que produz o medicamento, informou que o consumidor deve levar à farmácia no mínimo um comprimido fechado na cartela e a caixa do medicamento. Não é preciso nota fiscal e nem procurar a mesma loja em que o remédio foi comprado. O reembolso será de acordo com o preço máximo de cada farmácia.

A Anvisa recomenda que os usuários do antiinflamatório procurem um médico para substituir o remédio. Reações adversas levaram a Anvisa a proibir a venda do Prexige 100mg e suspender a do Prexige 400mg. De julho de 2005 (quando foi liberado no Brasil) a abril de 2008, aconteceram 1.265 casos de reações ao medicamento. No mundo todo, foram 3.585 casos nesse período, sendo que a venda do remédio hoje só é permitida em seis países.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG