Elvis Soares Oliveira, de 18 anos, matou a avó paterna, Genoveva Aparecida Gonçalves Oliveira, de 66, na noite de ontem, com 14 facadas, no Jardim Paiva I, em Ribeirão Preto. O rapaz é esquizofrênico e usuário de drogas.

O crime ocorreu após uma discussão, pois a avó não gostava que o neto usasse drogas. Genoveva morreu no local. Elvis confessou o crime e foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão Preto.

Ele já esteve internado quando tinha menos de 18 anos, para tratamento de esquizofrenia. Esse foi o quarto homicídio do ano na cidade, sendo dois em janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.