USP cria seu primeiro curso de graduação a distância

Quase um ano após ser suspenso durante greve de alunos e professores, o primeiro curso de graduação a distância da Universidade de São Paulo (USP) foi formalizado na terça-feira pelo governador José Serra (PSDB). Desenvolvido em parceria com a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), o curso foi amplamente criticado por grevistas e candidatos à reitoria na eleição disputada em 2009.

Agência Estado |

O primeiro curso a distância da USP será uma licenciatura em Ciências. Embora o processo seletivo seja aberto aos interessados em geral, será concedido bônus aos professores da rede pública ou privada que já trabalham na educação básica, seja em São Paulo ou em outro Estado. Cerca de metade das aulas será a distância e o restante, no módulo presencial, em quatro polos: nos câmpus de São Paulo, Ribeirão Preto, Piracicaba e São Carlos.

"A implantação desse curso é uma experiência piloto", afirmou ontem o reitor da USP, João Grandino Rodas. Ele diz que pretende avaliar, na prática, os passos a serem seguidos pela universidade no ensino a distância. Ainda não há data para o processo seletivo, que será realizado pela Fuvest. De acordo com a reitoria, serão disponibilizadas 360 vagas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG