Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Uso da cadeirinha é garantia de segurança para a criançada

Uso da cadeirinha é garantia de segurança para a criançada Por Viviane Biondo São Paulo, 4 (AE) - É típico das crianças ficar inquietas no banco traseiro do carro, especialmente em viagens longas. A partir de junho, motoristas flagrados levando os pequenos fora da cadeirinha ou, no caso das maiores, sem o cinto de segurança, poderão ser multados em R$ 191,54.

Agência Estado |

A falta é gravíssima e o condutor perderá sete pontos na carteira de habilitação.

Segundo a pediatra Nina de Almeida, especializada em desenvolvimento infantil, para que a criança crie o hábito de andar na cadeirinha não deve haver concessões. "Ela vai aceitar com naturalidade o fato de passear ou ir à escola no lugar adequado."

A enfermeira Daniele Feliciano lança mão de brinquedos e muita conversa para manter a filha Maria Clara Ferraz, de um ano e dez meses, na cadeirinha. "Quando estamos sozinhas no carro, ela até fica, mas reclama. Se tiver mais alguém, ela pede colo, chora, diz que a cadeira machuca."

Daniele diz que não cede aos pedidos da filha, mas afirma que é comum encontrar pais que dispensam a cadeirinha por acreditar que o colo é seguro ou que o desgaste da briga não compensa. "Ainda não há fiscalização rígida e a proposta de alertar os pais sobre a importância do uso da cadeirinha é deficiente", diz a coordenadora de projetos da ONG Criança Segura, Ana Beatriz Bontorim.

Dados da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) apontam que numa freada brusca com o carro rodando a 50 km/h, uma criança solta sofrerá impacto correspondente a 20 vezes o seu peso. Se estiver no colo de um adulto, a massa de quem a estiver segurando também será projetada sobre a criança.

A advogada Juliana Garcia, mãe de Isabella e Rafaella, de três anos e um, respectivamente, diz que até no carro da avó há cadeirinhas para as meninas. "Elas vão quietinhas", afirma.

E na intenção de garantir a segurança da garotada, a tecnologia pode ser uma boa aliada. Foi o que fez a administradora Márcia Stevaux, que colocou aparelho de DVD no carro. O objetivo é manter os filhos, Luís Otávio, de quatro anos, e Leonardo, de dois, distraídos nas cadeirinhas.

BOXE

Dicas para um passeio mais tranquilo

- Deixe brinquedos no banco: o espaço deve ser agradável para a criança, como seu quarto;
- Toque a trilha preferida: mantenha os CDs e DVDs das crianças sempre por perto;
- Converse sempre: mantenha contato, mesmo estando no banco da frente;
- Não abra exceções: mesmo em trajetos curtos, a criança deve ir na cadeirinha.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG