Uso abusivo de remédios supera o de drogas, diz ONU

Remédios vendidos mediante prescrição médica ocupam, em diversos países, os segundo e terceiro lugares entre as categorias de drogas com as quais mais se comete abusos, afirma estudo anual divulgado nesta quarta-feira, em Viena, pela Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (JIFE). De acordo com a agência, subordinada à Organização das Nações Unidas (ONU), 6,2 milhões de pessoas abusaram de medicamentos vendidos sob prescrição médica somente nos Estados Unidos no ano de 2008.

Agência Estado |

A cifra supera o total de pessoas que abusaram de substâncias como cocaína, heroína, alucinógenos, ecstasy e outras drogas consideradas ilegais no país.

Na Alemanha, a JIFE estima o número de viciados em remédios entre 1,4 milhão e 1,9 milhão de pessoas.

Segundo o relatório, apesar de quase todos os países do mundo estarem diante de problemas como o tráfico e o abuso de remédios, ainda há problemas de conscientização e falta de dados sobre o tema.

A agência da ONU também observou aumento considerável no uso de substâncias lícitas controladas para a aplicação do golpe boa-noite-cinderela, em substituição ao flunitrazepam, que tem sido alvo de mais controle por parte de governos e laboratórios.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG