O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, afirmou na manhã de hoje que o acordo militar entre seu país e o governo dos Estados Unidos não implica perda de soberania colombiana ou da América do Sul. Esse acordo com os Estados Unidos se guia pelo princípio da igualdade soberana.

Não há renúncia colombiana à soberania. Não há abdicação de soberania. Guia-se pelo princípio de integridade territorial dos Estados", argumentou Uribe, durante o primeiro discurso dos presidentes na cúpula da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), que começou hoje em San Carlos de Bariloche, na Argentina.

A reunião extraordinária dos presidentes da Unasul vai debater o acordo que prevê a instalação de bases norte-americanas em solo colombiano. Os 12 presidentes decidiram pela transmissão ao vivo dos debates. A questão foi colocada em votação pelo presidente pró tempore da Unasul, Rafael Correa, do Equador. A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, afirmou, em discurso na abertura do evento, que o encontro "vai fixar uma doutrina sobre como e quando a Unasul vai abordar a instalação de bases de um país que não forme parte da América do Sul em qualquer parte de nosso território".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.