Universidades avaliam uso de nota do Enem

A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade de São Paulo (USP) e representantes da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) buscam informações junto ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) sobre as novas datas para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a entrega dessas notas. Segundo a USP, os contatos tentam compatibilizar os calendários das instituições, com o intuito de avaliar se a nota do Enem, usada como critério de seleção, será viável no vestibular.

Agência Estado |

Outras universidades também aguardam a definição do Inep.

Por conta do vazamento da prova, revelado pelo jornal O Estado de S.Paulo , a USP ainda não confirma se as notas das provas poderão ser usadas como critério de seleção. Segundo a assessoria, se o Inep conseguir apresentar as notas dentro de um prazo satisfatório, a USP ainda terá que se adaptar para manter seu calendário dos resultados utilizando as notas.

As datas de provas do vestibular 2010 da USP não foram modificadas e os candidatos serão informados antecipadamente caso haja qualquer alteração.

Unicamp

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), informou que vai aguardar o anúncio das novas datas e da previsão da disponibilização dos resultados para decidir se elas poderão contar pontos na primeira fase no vestibular 2010.

Caso seja constatado que não haverá tempo hábil para a utilização destas notas para a composição da nota de primeira fase do Vestibular 2010, a Comvest aplicará o que está previsto no edital do vestibular, que determina que, se não estiverem disponíveis para a Comvest até 30 de novembro, as notas do Enem 2009 não serão utilizadas para a composição da nota da primeira fase.

Se a nota do Enem 2009 for utilizada, os candidatos que ainda não se inscreveram - o prazo termina na próxima terça-feira - deverão incluir o seu número de inscrição para o Enem no formulário, para que a nota venha a ser utilizada segundo as regras vigentes. Os que já se inscreveram não precisam fazer nenhuma alteração.

O edital determina como é calculada a nota da primeira fase, para fins de classificação para a segunda fase do vestibular. Estabelece a possibilidade de que essa nota inclua a nota do Enem com peso de 20% e o prazo para que o MEC informe à Unicamp as notas dos candidatos. Determina, ainda, como a nota seria calculada caso o prazo não seja cumprido. Ou seja, seria utilizada apenas a nota da prova de primeira fase aplicada pela Unicamp em 15 de novembro.

Unesp

A Fundação Vunesp, responsável pelo vestibular da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), informou que aguarda a definição do Inep para se manifestar sobre uma eventual mudança no calendário do seu processo de seleção. Os candidatos serão informados com antecedência, informa a Vunesp.

Cerca de 500 universidades já usam o resultado do exame como critério de seleção para o ingresso no ensino superior, seja complementando ou substituindo o vestibular. O Enem também é utilizado como critério de seleção para os estudantes que pretendem concorrer a uma bolsa no Programa Universidade para Todos (ProUni).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG