Unifesp realiza sábado mutirão para detecção de hepatite C em SP

O Ambulatório de Infectologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) realiza no sábado o Mutirão de Detecção da Hepatite C, na Vila Clementino, zona sul da capital paulista. Segundo informações da assessoria, o objetivo é conscientizar a população sobre a doença, mostrando a importância do diagnóstico precoce.

Agência Estado |

A campanha vai oferecer testes de detecção e assistência gratuita aos portadores de hepatite C, das 8h às 17 horas. A hepatite C crônica é uma doença que não causa sintomas e teve os primeiros casos diagnosticados em 1990, especialmente, em pacientes que receberam transfusão sanguínea antes de 1992. A evolução da doença crônica pode causar cirrose hepática em cerca de 20% dos pacientes em 10 anos, podendo desenvolver também câncer de fígado.

Terceira maior causa de morte no mundo, a hepatite C, segundo dados do Ministério da Saúde, afeta 1% a 2% da população brasileira, correspondendo a cerca de 3 a 4 milhões de pessoas no País. O mutirão oferece uma oportunidade de diagnóstico, principalmente para aquelas pessoas que tem algum fator de risco. Os tratamentos da doença são de longo prazo.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG