Unifesp promove curso de capacitação em Síndrome Pós-Poliomielite

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) vai promover, em parceria com o Ministério da Saúde, o primeiro curso de capacitação para o diagnóstico e tratamento da Síndrome Pós-Poliomielite (SPP) para profissionais com graduação na área de saúde de todo o País. Segundo a Unifesp, o curso, que será realizado a partir do segundo semestre deste ano, vai ajudar os profissionais de saúde a diagnosticar e tratar pacientes que contraíram essa doença.

Agência Estado |

"Só buscando parcerias no cuidado aos pacientes acometidos pela Síndrome Pós-Poliomielite é possível melhorar a qualidade de vida do indivíduo", diz Aracy Oliveira, do Setor de Investigação de Doenças Neuromusculares da universidade.

Gratuito, o curso terá 200 vagas para cada uma das cinco turmas que serão formadas. A capacitação é voltada a especialistas nas áreas de Neurologia, Ortopedia, Fisiatria, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Psicologia, Nutrição, Educação Física e Terapia Ocupacional. As inscrições para o curso devem ser realizadas no site até o dia 10 de agosto para a primeira turma. Para a segunda turma, os interessados têm até o dia 16 de outubro. Mais informações podem ser obtidas na Unifesp por meio dos telefones: (11) 5576-4717 e (11) 5576-4722.

Segundo a Unifesp, a SPP é classificada como um transtorno neurológico que aparece após 15 anos ou mais em pessoas que foram acometidas pela poliomielite. Os sintomas incluem fraqueza muscular e progressiva, fadiga, dores musculares e nas articulações. Há pacientes que ainda apresentam dificuldade de deglutição e respiração.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG