Unifesp busca voluntários para pesquisa sobre insônia e Parkinson

O Ambulatório de Neuro-Sono da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) está recrutando pessoas com idades entre 18 e 75 anos, de ambos os sexos e com o primeiro grau completo para participar voluntariamente de uma pesquisa sobre o tratamento da insônia. As inscrições vão até dia 30 e os interessados devem telefonar para (11) 3023-3979 e deixar seus dados.

Agência Estado |

O estudo sobre insônia deve durar quatro semanas.

Já o Laboratório Interdisciplinar de Neurociências Clínicas (LiNC), ligado ao Departamento de Psiquiatria da Unifesp, procura pessoas, também de ambos os sexos, para participar de pesquisa sobre a doença de Parkinson. Os voluntários devem ter entre 33 e 80 anos e concluído, no mínimo, a 4ª série do ensino fundamental. O LiNC oferece uma ajuda de custo para transporte e alimentação durante a participação nas avaliações neuropsicológicas e neuroimagem. As avaliações psiquiátricas e coleta de sangue não têm ajuda de custo.

As pessoas interessadas em participar da pesquisa sobre Parkinson não podem ter a doença nem ter parente consanguíneo que apresente o problema. Os voluntários não podem apresentar doenças neurológicas de qualquer espécie ou diabete; nem fazer uso de medicações psiquiátricas ou uso de drogas. O telefone para mais informações é o (11) 7589-9509.

Curso

A Liga da Saúde da Família (LSF), coordenada pelo Departamento de Enfermagem da universidade, promove amanhã o curso voltado para profissionais e estudantes das áreas de saúde e psicologia. Anualmente, cerca de 30 voluntários são treinados pela entidade. Os novos integrantes do curso são selecionados por uma prova. Há cinco anos, a LSF promove atendimentos na Casa Domingos Deláscio com pacientes grávidas de fetos malformados ou frutos de violência sexual.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG