Unicamp divulga lista de aprovados para a 2ª fase

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou na manhã de hoje a lista de candidatos aprovados para a segunda fase do vestibular 2009. Também hoje foram divulgados os locais de exame da segunda fase, que começam no dia 11 de janeiro.

Agência Estado |

A primeira lista de candidatos aprovados sai no dia 5 de fevereiro. As matrículas devem ser feitas no dia 10 de fevereiro. Neste ano, a Unicamp oferece 3.434 vagas em 68 cursos. Para a segunda fase, foram convocados 16.885 candidatos. No total, 49.322 estudantes se inscreveram para concorrer a uma vaga na Universidade. No site da Unicamp também é possível consultar a relação candidato/vaga e as notas de corte da redação em cada um dos cursos oferecidos.

A prova da primeira fase foi realizada no dia 16 de novembro e teve como proposta a discussão da relação do homem com os animais. O tema geral surpreendeu os candidatos. A prova forneceu textos com informações sobre como os animais foram e podem ser usados para o progresso da humanidade, levantando questões como extinção e reprodução. Os temas foram associados a discussões políticas e às disciplinas básicas do currículo - Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia.

Nesta edição do vestibular, o número de vagas oferecidas subiu 17% em relação ao ano passado por causa do lançamento de oito cursos no campus de Limeira (Gestão de Políticas Públicas, Gestão de Agronegócio, Gestão de Comércio Internacional, Gestão de Empresas, Ciências do Esporte, Nutrição, Engenharia de Produção e Engenharia de Manufatura). No total, a Unicamp oferece vagas em 68 cursos (66 da Unicamp e dois da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto) e o mais concorrido é o de Medicina, com 78,8 candidatos por vaga, seguido de Medicina da Famerp (48,4 candidatos por vaga).

Neste ano, o vestibular trouxe algumas alterações: o aluno pôde fazer até duas opções de cursos em vez de três; Odontologia não exige mais a prova de aptidão; o tempo mínimo de permanência nas salas foi para duas horas e meia (e não mais duas horas); há apenas uma nota de corte para as provas prioritárias de cada curso; a prova deixou de ter um caderno separado para as respostas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG