UNE promoverá atos em universidades federais por mudanças em gestão

BRASÍLIA - A ocupação da reitoria da Universidade de Brasília (UnB) por estudantes descontentes com a gestão da instituição levou a União Nacional dos Estudantes (UNE) a programar para o próximo dia 17 de abril manifestações por mudanças em universidades federais.

Redação Santafé Idéias |

As ações farão parte do Dia Nacional de Lutas nas Universidades Federais. O objetivo é realizar atos no maior número possível de universidades federais pelo aumento do financiamento da educação, pela assistência estudantil e pela regulamentação das Fundações de apoio.

Ainda entre as reivindicações dos estudantes estarão: a autonomia de gestão financeira das fundações de apoio, eleições diretas para reitoria e paridade nos conselhos deliberativos, entre outros pontos.

UnB

A UNE aproveitará as atividades para reforçar o apoio público à ocupação da reitoria da UnB pelos estudantes em prol da renúncia do reitor licenciado Timothy Mulholland.

Apesar dos estudantes defenderem o afastamento definitivo do reitor e também do vice-reitor, que o substituirá durante a licença de 60 dias, a presidente da UNE, Lúcia Stumpf, vê este afastamento como uma conquista do movimento estudantil. Acho que ele cumpriu o que se esperava. Já foi um avanço, declarou.

Lúcia frisa, no que diz respeito à UnB, a importância da formulação de um novo estatuto interno que promova a paridade na formação do Conselho Diretor da Fundação Universidade de Brasília (FUB). Atualmente 70% do conselho é formado por professores, 15% por servidores e 15% por alunos. A proposta dos alunos é que cada categoria represente um terço do conselho.

Leia mais sobre: UnB - UNE

    Leia tudo sobre: unb

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG