Uma rã crucificada desata polêmicas entre os católicos na Itália

ROMA ¿ Uma rã crucificada e exposta como obra de arte num museu de Bolzano, norte da Itália, levantou protestos entre os católicos, a ponto de um dirigente regional entrar em greve de fome.

AFP |

A controvertida obra, de autoria de um artista alemão, é considerada uma provocação aos católicos, segundo o político em greve há oito dias, Franz Pahl.

Em maio passado, o presidente da região, Luis Durnwalder, pediu a retirada da obra por achar que a mesma ofendida a população "99% católica".

A peça foi transferida para o terceir andar do museu pela diretora Corinne Diserens, que, no entanto, denunciou a "instrumentalização da arte por razões políticas.

A polêmica em torno da rã crucificada, uma escultura de Martin Kippenberg, foi comentado pelos padres da região com o Papa Bento XVI, que está de férias nos Alpes, perto de Bolzano.

    Leia tudo sobre: arte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG