Último ferido da explosão em Santo André recebe alta

A Prefeitura de Santo André, no ABC paulista, informou que recebeu alta Wagner Jesus Montari, de 48 anos, ferido na explosão da loja onde eram comercializados fogos de artifícios. Ele era o último paciente que permanecia em observação na tarde de hoje.

Agência Estado |




Local da explosão de uma loja de fogos de artifício em Santo André / AE

A outra vítima, Sônia Maria Castellani, de 63 anos, que também estava em observação, foi liberada pela equipe médica no final da manhã hoje.

No incidente, duas pessoas morreram e 12 ficaram feridas. Hoje foi enterrado o corpo da empregada doméstica Ana Maria de Oliveira Martins, de 58 anos, uma das vítimas da explosão. Amigos e parentes da mulher estavam presentes na cerimônia no Cemitério Parque das Nações, na Vila Curuçá.

Nesta tarde, a Defesa Civil liberou 21 casas, das 30 residências, que foram afetadas com a explosão, após uma vistoria. Entre as casas, cinco foram interditadas e outras quatro serão demolidas.

Segundo a Prefeitura, a loja que explodiu na Rua Américo Guazelli, no bairro Silveira, não tinha alvará para venda de fogos de artifício. Além disso, nenhum comércio tem alvará de funcionamento para a venda desse produto no município.

Leia mais sobre: Santo André - explosão

    Leia tudo sobre: explosãofogos de artifíciolojasanto andré

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG