Lebanon e anúncio de premiados - Brasil - iG" /

Último dia da Mostra de São Paulo tem Lebanon e anúncio de premiados

SÃO PAULO ¿ O encerramento da 33ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo acontece na noite desta quinta-feira (04) na Cinemateca Brasileira, com o anúncio dos vencedores do Troféu Bandeira Paulista, entregue a cineastas com até dois longa-metragens no currículo. Após a cerimônia, será exibido pela primeira vez no País o israelense Lebanon, de Samuel Maoz, vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza.

Redação |

Divulgação

"Lebanon", vencedor do Festival de Veneza 2009, marca encerramento da Mostra de SP

O última dia de programação, no entanto, ainda tem diversos destaques. O iraniano "Ninguém Sabe dos Gatos Persas" foge dos clichês do cinema produzido na terra de Mahmoud Ahmadinejad e , ao invés de crianças e o bucolismo do campo, enfoca a luta de um grupo de rock indie para conseguir montar uma banda em Teerã, sufocada pelo repressor regime islâmico. Bahman Ghobadi, diretor dos chocantes "Tempo de Embebedar Cavalos" e "Tartarugas Podem Voar", acerta mais uma vez ao provar que jovens urbanos viciados em cultura pop são iguais em qualquer lugar mundo, mesmo quando a censura parece não dar margem a qualquer esboço de resistência.

Divulgação

"Ninguém Sabe dos Gatos Persas"

Badalado como um dos possíveis indicados ao Oscar 2010, "Sedução", dirigido pela dinamarquesa Lone Scherfig ("Italiano para Principiantes"), chama a atenção é por seu roteirista. A produção é a segunda aventura pelo cinema do escritor britânico Nick Hornby, autor de sucessos pop do calibre de "Alta Fidelidade" e "Como Ser Legal". Baseado em um ensaio da jornalista britânica Lynn Barber, "Sedução" segue a jovem Jenny, garota de 17 anos que, no início da efervescente década de 1960, se vê dividida entre estudar para entrar na universidade de Oxford ou se entregar ao amor de um homem bem mais velho. O filme ganhou o prêmio do público no Festival de Sundance e tem no elenco Peter Sarsgaard, Alfred Molina e Emma Thompson.

Já em "O Dia da Transa" ("Humpday"), a trama segue um caminho bastante diverso. Mais de dez anos depois de formados, Andrew e Ben se reencontram e começam a lembrar das farras que faziam juntos na faculdade. Para provar que ainda continuam machos de primeira linha e ao mesmo tempo liberais, assumem um desafio: participar de um concurso de filmes pornô amadores. E qual seria a coisa mais improvável a fazer? Um cena de sexo entre os dois, claro. Comédia que desafia os clichês da heterossexualidade, "O Dia da Transa", ganhou o prêmio especial do júri no Festival de Sundance 2009, a disputada vitrine do cinema independente norte-americano.

Divulgação

O norte-americano "O Dia da Transa", vencedor do prêmio de público em Sundance

Vencedor do Leopardo de Ouro no Festival de Locarno, na Suíça, "Ela, Uma Chinesa" se despede da Mostra. Recém-saída de uma pequena cidade provinciana, Mei consegue trabalho em uma fábrica, mas não dá certo. Em pouco tempo ela se vê rumo a Londres, casada com um homem mais velho e de caso com um imigrante indiano. A diretora Xiaolu Guo também tinha outro filme na programação, chamado "Era Uma Vez Proletários".

Leia mais sobre: Mostra de São Paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG