UE faz as pazes com Microsoft sobre navegadores de internet

A Comissão Europeia encerrou nesta quarta-feira uma grande investigação contra a Microsoft, que era acusada de abuso de posição dominante sobre os navegadores de internet, sem impor uma multa após alcançar um acordo com a gigante americana.

AFP |

Os consumidores europeus que comprarem novo hardware com o sistema operacional Windows da Microsoft poderão optar entre vários navegadores, ao invés de se verem obrigados como atualmente a utilizar o Internet Explorer, informou a Comissão Europeia.

O Executivo do bloco europeu abriu a investigação em janeiro de 2008 ao acusar a Microsoft de concorrência ilegal por incorporar sistematicamente no Windows o Internet Explorer.

A guerra entre Bruxelas e a gigante da informática já dura dois anos. Os europeus acusaram a empresa em várias ocasiões de abuso de posição dominante, com multas que chegam a 1,676 bilhão de euros.

soe-app/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG