TV vai rever condição de autor de artigo sobre Lula

A direção da Rádio e Televisão Educativa do Paraná (RTVE) pretende rever a situação do cientista político, economista e editor carioca Cesar Benjamin, como comentarista da emissora. No momento ele está desacreditado, justificou o diretor-presidente da estatal, Marcos Batista.

Agência Estado |

Em artigo publicado sexta-feira no jornal "Folha de S.Paulo", Benjamin reproduz suposto diálogo que teria tido em 1994 com o então candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva, em que o atual presidente da República teria dito que tentara "subjugar" sexualmente um colega de cela, quando estava preso em 1980.

Uma possível exoneração de Benjamin ainda não chegou a ser cogitada, mesmo porque Batista disse não ter tido condições de conversar com o funcionário até agora. "Parece que caiu o mundo na cabeça dele", afirmou. O ex-militante petista vive no Rio de Janeiro, onde grava seus comentários, e eventualmente aparece em Curitiba, normalmente para participar como palestrante de eventos organizados pelo governo do Estado, como o seminário sobre pré-sal, no dia 22 de outubro.

Batista destacou que o texto de Benjamin "não tem nenhum aval na televisão". "Na televisão, ele é um sujeito com visão crítica das coisas do governo e de integração latino-americana", ressaltou. A reportagem tentou contato com Benjamin por meio da editora Contraponto, no Rio, mas não houve resposta.

O governo do Estado condenou a manifestação de Benjamin. "O governo manifesta forte indignação com o texto do funcionário da TV Educativa, considerando a publicação do artigo, ainda mais em um jornal claramente de oposição ao governo federal, uma atitude injustificada, absurda, fora de qualquer propósito, e parece que a serviço de uma determinada corrente político eleitoral", disse o secretário da Comunicação, Benedito Pires.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG