TV Cultura pede permissão para transmitir mais 2 canais

O presidente da TV Cultura, Paulo Markun, informou na tarde de hoje que apresentou ao ministro das Comunicações, Hélio Costa, um pedido de autorização para que a emissora possa transmitir dois canais adicionais, além da programação principal. Markun, que se reuniu nesta terça-feira com o ministro, disse que os canais têm fins científicos e experimentais.

Agência Estado |

O encontro com Hélio Costa ocorreu depois de a TV Cultura ter colocado a multiprogramação no ar, sem autorização. O ministro reagiu e na quarta-feira passada ameaçou lacrar os transmissores da emissora, que pertence ao governo do Estado de São Paulo. A TV Cultura retirou do ar a programação extra, na última sexta-feira.

Os canais, segundo Markun são destinados à formação universitária e testes com a interatividade. A multiprogramação é possível porque, com a TV digital, onde há um canal é possível transmitir quatro programações simultaneamente. "O ministro disse que vai examinar o assunto e a gente vai aguardar que isso se resolva em um prazo que permita realizar esse programa", afirmou Markun. Ele não quis prever um prazo ideal, mas disse que está previsto para começar em maio o primeiro curso de educação sobre neurociência e epilepsia. O presidente da TV Cultura disse que gostaria que a autorização fosse dada antes, mas lembrou que a decisão é do ministro.

Segundo Markun, os canais foram colocados no ar, no dia 8 deste mês, em caráter experimental, e foram retirados do ar no dia 14, no "momento em que o ministro considerou que foi um ruído". Ele disse que a decisão de retirar do ar foi tomada antes de a emissora receber uma notificação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Por meio dessa notificação, segundo ele, a Anatel deu cinco dias de prazo para que a TV Cultura se explicasse e pediu que a emissora retirasse "voluntariamente" os canais do ar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG