TV belga cancela programa polêmico de cozinha sobre prato favorito de Hitler

A televisão pública flamenga anunciou nesta segunda-feira que desistia de divulgar uma emissão polêmica sobre o prato favorito de Adolf Hitler, denunciada por uma associação judaica na Bélgica.

AFP |

"A direção da VRT defende o conteúdo da emissão mas prefere retirá-la da programação devido à controvérsia", indicou um comunicado do canal.

Os telespectadores iam descobrir nesta terça-feira os segredos da "truta ao molho de manteiga", apresentado como o "prato preferido" de Hitler.

Depois de ter explorado os "mexilhões com batatas fritas" do cantor belga Jacques Brel e a "lagosta à catalã" do pintor espanhol Salvador Dalí, o chef flamengo Jeroen Meus tinha previsto viajar ao sul da Alemanha seguindo as pegadas do fundador do Terceiro Reich.

O cozinheiro de 30 anos, deveria dirigir-se ao "Ninho da Águia", residência do ditador nazista, para preparar ali um "suculento festim".

O redator-chefe da revista da comunidade judaica da Antuérpia (norte da Bélgica), Michael Freilich, havia denunciado a "banalização de um personagem como Hitler", apresentado como um simples cidadão.

soe-mar/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG