Turistas são alvo de novos assaltos no Rio antes do Carnaval

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Quase 40 turistas foram assaltados no Rio de Janeiro nesta quinta-feira, às vésperas do Carnaval e pouco mais de 24 horas depois de outro grupo ter sido vítima de roubo em um albergue da cidade, informou a polícia. Durante a madrugada, no bairro da Lapa, região central, 34 turistas estrangeiros e brasileiros foram alvo de assaltantes em outro albergue, enquanto um grupo de 10 turistas alemães e norte-americanos foi assaltado à tarde em um mirante de São Conrado, na zona sul.

Reuters |

Na madrugada de quarta-feira, 13 turistas estrangeiros foram roubados em um assalto ocorrido em um albergue em Copacabana.

No albergue da Lapa, bairro tradicional do samba carioca, as vítimas informaram que sete homens invadiram de madrugada o albergue Samba Vila, depois que um deles conseguiu entrar no alojamento após ameaçar um funcionário.

Os assaltantes, que permaneceram cerca de uma hora no local, portavam facas, pistolas e granadas e levaram dinheiro, cartões de crédito, objetos pessoais e aparelhos eletroeletrônicos, informou a polícia.

Os turistas foram amarrados e amordaçados pelos ladrões e colocados em um quarto do albergue. Um deles teria sido agredido com uma coronhada na cabeça.

Segundo a polícia, um funcionário disse que um dos assaltantes esteve há alguns dias no albergue em busca de informações.

"O que acontecia até então nos albergues eram pequenos furtos. Já acionei os batalhões para fazer rondas nos albergues da zona sul para evitar nova surpresa desagradável. Nada indica que seja a mesma quadrilha que participou do roubo de ontem ao albergue de Copacabana", afirmou a jornalistas o delegado Fernando Veloso, da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat).

O policial informou que entre as vítimas estão norte-americanos, argentinos, coreanos e ingleses, a maioria está na cidade para passar o Carnaval

"Solicitei ao chefe da Polícia Civil e ao secretário de segurança uma intensa investigação. Isso (assalto aos albergues) dói o meu coração", disse a repórteres o governador Sérgio Cabral.

Apesar do reforço anunciado, outros 10 turistas foram roubados enquanto visitam um ponto turístico em São Conrado. As vítimas disseram a policiais que foram abordadas por dois jovens de boa aparência.

Os ladrões levaram objetos pessoais, incluindo óculos, câmeras digitais e dinheiro.

"Eles tentaram levar a aliança do meu marido, mas ele não conseguiu tirar do dedo", disse a norte-americana Mary An Turnbull. "Nós fomos orientados pelo agente de viagens a andar com pouco dinheiro e deixar o passaporte no hotel", acrescentou

A polícia informou que uma patrulha que passava pelo local ainda trocou tiros com os suspeitos, mas eles conseguiram escapar por uma mata.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG