Turistas inglesas condenadas estão proibidas de deixar o Brasil

RIO DE JANEIRO ¿ As turistas inglesas Shanti Simone Andrews e Rebecca Claire Turner, que tentaram forjar o roubo de suas bagagens no Rio de Janeiro, estão proibidas de sair do Brasil até que a pena delas seja totalmente cumprida. De acordo com Tribunal de Justiça, o juiz Flávio Itabaiana Nicolau, da 27ª Vara Criminal já avisou à Polícia Federal e às demais autoridades sobre a decisão.

Redação |

Segundo o TJ, os nomes das inglesas estão incluídos no Sistema Nacional de Procurados e Impedidos. Elas foram condenadas a penas de prestação de serviços pelos crimes de falsidade ideológica e tentativa de estelionato. O juiz Flávio Itabaiana também enviou comunicados à Embaixada da Grã-Bretanha, em Brasília, e ao consulado da Grã-Bretanha, no Rio de Janeiro.


Turistas foram condenadas a prestar serviços comunitários no Brasil / AP

Nesta quarta-feira, foi publicada no Diário Oficial do Poder Judiciário a decisão do juiz que recebeu a apelação da defesa das inglesas. Agora, os advogados têm oito dias, a partir de hoje, para apresentarem as razões da apelação. Após, o processo irá para o Ministério Público para a apresentação das contra-razões e depois será distribuído a uma câmara criminal que irá julgar a apelação.

Rebecca Claire Turner e Shanti Simone Andrews foram presas no dia 26 de julho, ao registrarem a ocorrência de um falso furto na Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat). O objetivo era obter vantagem com o golpe do seguro.

Assista ao vídeo sobre a prisão das turistas inglesas:

Leia também:

Leia mais sobre: inglesas presas

    Leia tudo sobre: estelionatofalsidade ideológicainglesaturista

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG