Turista é preso no CE por beijar filha de 8 anos na boca

O turista italiano Guliano Tuze, de 40 anos, foi preso hoje em flagrante em Fortaleza acusado de fazer carícias íntimas e beijar na boca em público a filha de 8 anos. Ele foi enquadrado na Lei do Estupro, que entrou em vigor em 7 de agosto.

Agência Estado |

A nova lei estabelece como violência sexual toques corporais e até um beijo forçado. Tuze está numa cela comum com outros 15 presos, no 2º Distrito Policial, mas deve ser transferido para a Delegacia de Capturas.

A criança foi atendida hoje na Delegacia de Combate aos Crimes de Exploração da Criança e do Adolescente. Segundo a delegada Ivana Timbó, ela foi ouvida por psicólogas e assistentes sociais. "Tenho dez dias para mandar o caso para o Poder Judiciário. Vou convocar testemunhas para apurar o caso", disse a delegada.

A mulher de Tuze, que é brasileira, defendeu o italiano dizendo que os carinhos são comuns na relação entre pais e filhos na Itália. O advogado do turista, Flávio Jacinto, pretende entrar com um pedido de relaxamento da prisão. Em depoimento o italiano disse que apenas deu um "selinho" na filha. Ele pode pegar pelo crime de estupro vulnerável de oito a 15 anos de detenção.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG