Turista de Belo Horizonte morre ao cair de quadriciclo em Bariloche

A turista brasileira Maria Beatriz Moreira de Moraes morreu na quinta-feira em um acidente na montanha Cerro Catedral, nos arredores da cidade de Bariloche, no sul da Argentina. De acordo com o delegado Adrián Paillalef, da Unidade Número 27 da Polícia da província de Río Negro, o acidente ocorreu quando o quadriciclo que a jovem guiava aparentemente capotou e a esmagou.

Agência Estado |

Maria Beatriz era de Belo Horizonte e, segundo a polícia, tinha 25 anos. Ela havia viajado para Bariloche, principal centro de esqui da Argentina, acompanhada por um amiga, de identidade não divulgada. A amiga não se feriu.

Segundo as testemunhas ouvidas pela polícia, Maria Beatriz usava capacete - item de segurança obrigatório - e percorria uma trilha de terra no meio de um bosque. Ela e um grupo de turistas que também fazia a excursão estavam a 300 metros do estacionamento da área recreativa da montanha, em uma área chamada Pedreira Velha. Eles faziam uma breve parada no local.

Quando voltaram a arrancar, Maria Beatriz teria acelerado repentinamente, o que teria provocado a queda de sua amiga. O quadriciclo, com Maria Beatriz ainda em cima, saiu da trilha subindo uma ladeira e capotou. A jovem teria batido a cabeça em uma pedra, sendo logo depois atingida pelo veículo. Testemunhas disseram que o caminho tinha pouca neve e, portanto, não era perigoso.

Esse tipo de passeios em quadriciclos é comum em Bariloche. Segundo os organizadores da excursão, todos os veículos estavam dentro das normas e os turistas usavam capacete.

Leia mais sobre acidentes

    Leia tudo sobre: acidentebarilochebrasileira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG