Turista argentino é morto em frente à família em Santa Catarina

Homem de 48 anos foi baleado quando estava junto na mulher e dos dois filhos adolescentes

AE |

selo

Um turista argentino foi morto nesta madrugada por um assaltante em Florianópolis, capital catarinense. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, Raúl Alberto Baldo, que estava acompanhado da mulher e de dois filhos, de 11 e 14 anos, foi baleado quando tentou impedir o roubo de seu carro na praia de Canasvieiras. Natural da província de Córdoba, Baldo, de 48 anos, era primo do chefe da Polícia Federal da Argentina, Enrique Capdevila. 

A família tinha jantado na noite anterior com amigos e, quando estavam de volta ao hotel, decidiram parar na praia para caminhar um pouco na areia, quando os bandidos aproveitaram para realizar o assalto.

Santa Catarina é o destino preferido de milhares de veranistas argentinos que nesta época do ano lotam os hotéis e praias de cidades como Florianópolis e Balneário Camboriú.

A Secretaria de Turismo de Santa Catarina divulgou nesta terça-feira uma nota oficial na qual afirma que prestará toda a assistência necessária à família da vítima, inclusive a repatriação do corpo da vítima. As autoridades informaram que o veículo roubado foi encontrado nesta tarde em um bairro próximo ao local do crime, mas o paradeiro dos três bandidos permanece desconhecido.

    Leia tudo sobre: turista argentinoflorianópolis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG