BRASÍLIA - A oposição acusou nesta terça-feira perante a Justiça o PT de ter antecipado a campanha eleitoral para as eleições de 2010, quando será eleito o sucessor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A denúncia foi apresentada pelo PSDB perante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e acusa o PT de usar espaços em rádio e televisão para divulgar a candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Segundo o PSDB, o PT usou espaços gratuitos a que têm direito na imprensa para apresentar Dilma "em um contexto triunfal" e criticar Governos anteriores, como o de Fernando Henrique Cardoso.

A ação diz que tudo configura um "inequívoco propósito de fazer propaganda eleitoral em favor de sua notória pré-candidata à Presidência".

No documento apresentado, o PSDB exige que as propagandas do PT sejam retiradas e que o partido no Governo seja multado por "antecipar" a campanha para as eleições presidenciais de outubro de 2010, que só poderia começar a partir de julho do próximo ano.

Esta semana, o PT divulgou pesquisas de opinião que dão a Dilma intenções de voto de entre 19% e 25% para as eleições de outubro, nas quais o favorito continua sendo o atual governador de São Paulo e líder do PSDB, José Serra, com 35%. EFE ed/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.