Tucano quer que Lina Vieira volte a depor na CCJ

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), irá protocolar amanhã, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), requerimento de convite para a ex-secretária da Receita Federal Lina Maria Vieira depor ao colegiado pela segunda vez. Interessa a Virgílio que Lina Vieira confirme a notícia de que encontrou uma agenda na qual está gravada o dia da suposta audiência que teve com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Agência Estado |

Lina garante que a ministra lhe pediu, durante este encontro, para agilizar as investigações contra o empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A informação foi confirmada pela ex-secretária em depoimento à CCJ em agosto deste ano. Dilma Rousseff nega ter feito este pedido à ex-secretária.

Em entrevista à revista 'Veja', um amigo de Lina Vieira, não identificado pela reportagem, afirma que a ex-secretária teria encontrado a agenda com a data do encontro. A audiência teria ocorrido no dia 9 de outubro do ano passado. O Palácio do Planalto confirma ter registro da entrada de Lina Vieira no prédio neste dia.

Segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), informou em plenário, ainda em agosto, que as datas em que Lina Vieira esteve no Planalto foram 9 de outubro de 2008, 22 de janeiro de 2009, 16 de fevereiro de 2009 e 6 de maio de 2009.

"Devido ao surgimento de novas e irrefutáveis provas, é imprescindível a presença da Sra. Lina Vieira, para apresentar todas as evidências que não tinham sido demonstradas da outra vez", assinala Virgílio no requerimento, que ainda precisa ser aprovado pela comissão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG