Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Tucano João Castelo vence eleições em São Luís

Após uma campanha marcada por muitas trocas de acusações e boatos mútuos, o ex-governador do Maranhão João Castelo (PSDB) venceu as eleições em São Luís contra o candidato Flávio Dino (PCdoB). Com 99,94% das urnas apuradas, Castelo obteve 270.

Agência Estado |

820 votos (55,84% do total de votos válidos). O candidato comunista fechou a eleição com 214.200 votos, ou 44,16% do total dos votos válidos.

Castelo assume a prefeitura de São Luís após três derrotas consecutivas. Todas para candidatos do PDT. Em 1996 e em 2000, Castelo perdeu para Jackson Lago. Em 1996, em uma disputa no segundo turno; em 2000 em turno único. Em 2004, Castelo também perdeu em primeiro turno, mas para o atual prefeito Tadeu Palácio.

De forma curiosa, Castelo vence as eleições com apoio velado do PDT na capital maranhense. O governador Jackson Lago sempre declinou pelo nome de Castelo para ser o sucessor de Tadeu Palácio. Palácio resistiu e lançou o seu secretário de articulação política, Clodomir Paz, para o cargo. Clodomir ficou apenas em terceiro lugar e, no segundo turno, acabou apoiando o candidato tucano.

João Castelo tem 71 anos e foi presidente do Banco da Amazônia, deputado federal por dois mandatos, governador do Maranhão, senador da República e, novamente, deputado federal por dois mandatos. O último cargo que exerceu antes das eleições foi o de presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP).

Prisão

As eleições em São Luís também foram marcadas pela prisão do comerciante e suplente de vereador, Antônio Garcês. Ele estava portando R$ 5,2 mil, trocados em cédulas de R$ 20,00. A Polícia Federal acredita que o dinheiro pudesse ser utilizado na compra e venda de votos.

A Polícia Federal também prendeu simpatizantes da Coligação Unidade Popular, do candidato Flávio Dino (PCdoB). A acusação era que ele estava distribuindo material do candidato pela cidade.

Além disso, a PF fechou um comitê, comandado pelo deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC), na área Itaqui-Bacanga. Segundo informações da PF, no comitê estaria sendo distribuído material pró-Castelo.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG