A bancada do PSDB na Assembleia Legislativa escolheu o líder do governo, deputado Barros Munhoz, como seu candidato à presidência da Casa para a eleição que será realizada em 15 de março. Segundo explicou o líder da bancada, deputado Samuel Moreira, Barros conseguiu consolidar um grupo de apoio maior do que o do deputado Celino Cardoso, o outro postulante do partido à candidatura.

"O partido está fortalecido e o nome de Barros Munhoz teve o apoio do deputado Celino e de toda a bancada", disse o líder da bancada, aproveitando para ressaltar a união no partido. "A nossa grande preocupação sempre foi a unidade da bancada e a legitimidade da escolha", apontou.

O próximo passo do PSDB será discutir com as demais bancadas na Assembleia a composição da próxima Mesa Diretora da Casa. Os tucanos esperam que os outros partidos respeitem o princípio da proporcionalidade, pelo qual a presidência deve ser ocupada pela maior bancada - no caso, o PSDB, com 23 dos 94 deputados. Se o acordo for seguido, Barros concorrerá ao cargo sem adversários.

Para a eleição do presidente, o candidato deve conseguir maioria absoluta de votos em primeiro turno. Caso não seja atingida, há segundo turno e passa a ser necessário obter apenas a maioria relativa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.