TSE registra 197 ocorrências, com 172 prisões no País

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contabilizou até as 12h30 de hoje 197 ocorrências nos 30 municípios onde ocorre o segundo turno das eleições. Desse total, 166 resultaram em prisões.

Agência Estado |

Não há candidatos entre os detidos. O balanço não abrange as seis prisões registradas em Benedito Leite, no Maranhão, onde é disputado o primeiro turno por conta da anulação do primeiro turno.

Segundo o Tribunal, o Rio Grande do Sul responde pelo maior número de ocorrências: 156, sendo quatro delas sem a necessidade de prisão. Todos os casos se referem à boca-de-urna e arregimentação de eleitores. Minas Gerais teve 18, das quais apenas 3 terminaram em detenção. Entre as irregularidades constatadas estão boca-de-urna e arregimentação, realização de comícios e passeatas, divulgação de propaganda e uso de alto-falantes e amplificadores.

O Espírito Santo acumulou 12 ocorrências, a maioria delas de boca-de-urna, seguida por uso de alto-falantes e amplificadores e realização comícios e passeatas. Sete pessoas foram presas. Em Mato Grosso, houve três casos de divulgação de propaganda e um de boca-de-urna. Em Goiás, três pessoas foram presas. Santa Catarina registrou um caso de transporte ilegal de eleitores. O Rio de Janeiro apresentou três ocorrências.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG