TSE nega recurso contra governador de Alagoas

O ministro Fernando Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou recurso que pretendia a decretação de inelegibilidade do ex-governador de Alagoas Luís Abílio de Souza Neto e de seu sucessor, Teotonio Vilela Filho (PSDB), por abuso de poder nas eleições de 2006. Luís Abílio Neto foi acusado de concentrar inaugurações de obras no período eleitoral para favorecer Vilela.

Agência Estado |

O TRE já julgara improcedente a ação, avaliando que as inaugurações “não tiveram suficiente potencialidade para macular a lisura do pleito”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG