TSE mantém Cassol no governo de Rondônia

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (19) manter Ivo Cassol como governador de Rondônia até o julgamento do mérito de um recurso que ainda será enviado à Corte. Com isso, está suspensa a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) rondoniense, que, no último dia 4, cassou Cassol e seu vice, João Aparecido Cahulla, e marcou nova eleição para 14 de dezembro.

Agência Estado |

O Ministério Público Eleitoral acusou Cassol, o senador Expedito Júnior (PR) e dois ex-candidatos a deputado de envolvimento num esquema de compra de votos nas eleições de 2006. Dois dias após a ordem do TRE, o ministro Arnaldo Versiani atendeu pedido do governador e o deixou no cargo até a publicação da decisão do TRE sobre o recurso apresentado naquela instância. Depois de publicada, o político solicitou a extensão na mesma ação cautelar para não ser afastado até o julgamento do recurso ordinário que seguirá do TRE para o TSE.
Segundo o TSE, o relator do caso, ministro Arnaldo Versiani, votou no sentido de conceder o pedido, considerando que um dos argumentos do recurso é de que o processo deverá ser anulado porque o vice-governador não foi citado para o julgamento. "Ou seja, essa questão em si pode significar a anulação de todo o processo", destacou. Os demais ministros seguiram o voto de Versiani.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG