TSE diz que 174 pessoas foram presas no país

O Tribunal Superior Eleitoral informou há pouco que 166 pessoas foram presas no País por fazer boca de urna e cometer outras irregularidades nesta manhã. A maior registro de prisões foi no Rio Grande do Sul, onde 152 pessoas foram detidas.

Agência Estado |

Em Minas Gerais, a polícia prendeu três pessoas; no Espírito Santo, 7; e, no Mato Grosso, uma. Mais três prisões ocorreram por outros motivos, não divulgados pelo TSE. Até o momento, não houve nenhuma prisão no Estado de São Paulo. Nesse boletim, não estão incluídas as oito prisões ocorridas no Maranhão esta manhã, sendo seis por boca de urna e duas por compra de votos.

Até as 12h30, 249 urnas eletrônicas tiveram de ser substituídas, sendo 55 no Rio de Janeiro, 25 em Porto Alegre, 20 em Joinville, 14 em Cuiabá, 15 em São Bernardo, 46 no estado de São Paulo, seis em Salvador, seis em Contagem, nove em Belo Horizonte, nove em Belém, oito em Campina Grande, e sete em Guarulhos. Em nenhuma cidade a votação está sendo feita de forma manual.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG