Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram, nesta madrugada de sexta-feira, após quase seis horas de sessão, cassar o mandato do governador de Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e de seu vice, Paulo Sidnei Antunes (PPS), por prática de abuso de poder político. Os ministros, por unanimidade, seguiram o voto do relator, ministro Felix Fischer.

O recurso contra o governador do Tocantins e o seu vice foi apresentado no TSE por José Wilson Siqueira Campos, segundo colocado para o cargo de governador em 2006.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.